Anjou Vélo Vintage 2019

AVV19-VISUEL-bd_1_6b0c7a260459b581df1a9d12fb46bdad.jpg

Toda a Galia está ocupada por automoveis poluentes? Nem toda...

Toute la Gaule est-elle occupée par des voitures polluantes ? Pas tous

_DSF3913.jpg

Saumur não é a pequena aldeia Gaulesa de Astérix e Obélix que resiste ainda e sempre ao invasor mas , pelo menos durante um fim de semana, é um refúgio seguro para quem gosta de bicicletas e de com elas partilhar aventuras.  Como as de Astérix e Obélix, mas com bicicletas e não com os pobres romanos que com eles se cruzavam nos seus verdejantes caminhos. Mas esta região não é apenas um paraíso para velocipedistas  aventureiros neste fim de semana especifico. Toda a região está preparada para os receber durante todo o ano, é impressionante a por vezes muito simples mas eficiente estrutura  montada e as condições de segurança em que  se pode viajar de bicicleta nesta região. Um verdadeiro paraíso para o turismo de bicicleta.

Saumur n'est pas le petit village gaulois d'Astérix et Obélix qui résiste encore à l'envahisseur, mais constitue, au moins pour un week-end, un refuge pour les cyclistes qui veulent partir à l’aventure. Des aventures à l’instar de celle d’Astérix et Obélix, mais avec des bicyclettes et non en compagnie des Romains qu’ils croisaient jadis sur des chemins verdoyants. Cette région n’est pas seulement un paradis pour les aventuriers d’un week-end. Toute la région est prête à les recevoir tout au long de l’année, les infrastructures ayant été conçues dans un souci de simplicité mais également d’efficacité et réfléchies pour offrir une sécurité lors des déplacements à vélo. Un véritable paradis pour le cyclotourisme.

De uma beleza extraordinária, com campos cultivados sem fim, com bosques e florestas, com rios, com o maravilhoso Loire e seus castelos este vale mais parece um vale encantado. A tudo isto se junta a hospitalidade típica da aldeia Gaulesa, que atormentava os romanos mas que no meio de tanta confusão sabia receber os seus convidados como ninguém.

D'une beauté extraordinaire, vaste paysage avec des champs cultivés sans fin, des bois et des forêts, des rivières, avec la magnifique Loire et ses châteaux, cette vallée ressemble plus à une vallée enchantée. À tout cela s’ajoute l’hospitalité qui caractérise ce village gaulois, qui bien que malmenés par les Romains a su recevoir ses hôtes comme personne.

Que comece a Festa.

_DSF3017.jpg

Se as “Eroicas” são Poemas Anjou Velo Vintage é uma Festa, à grande e à gaulesa.

Na sexta feira os convidados/participantes começam a chegar com a suas bicicletas. Todos os caminhos ciclistas vão dar a Saumur e ás suas casas de tom creme, ao rio que a banha e ao castelo que a protege. Os invasores de hoje são pacíficos, são gente que vem por bem e por isso mesmo muito bem recebidos. Toda a cidade se mobiliza para a festa. Com uma organização exemplar  e uma cidade rendida aos amantes das duas rodas cerca de 11 mil velocipedistas começam a planear como fazer as suas rotas há muito delineadas pela organização. As inscrições abriram e fecharam em poucas horas, quem se conseguiu inscrever está ansioso por se por a caminho.


Si les "Eroicas" sont des poèmes , L’Anjou Velo Vintage est une grande fête gauloise.

Le vendredi, les participants arrivent avec leur vélo. Toutes les pistes cyclables leur permettront de découvrir Saumur et ses crèmeries, la rivière qui la berce et le château qui la protège. Les envahisseurs d’aujourd’hui sont pacifiques ! Des personnes bienveillantes et très bien accueillies. Toute la ville est mobilisée pour la fête. Avec une organisation exemplaire et une ville livrée aux amoureux des deux roues, environ 11.000 cyclistes ayant planifié leur itinéraire à l’avance. Les inscriptions seront ouvertes et fermées en quelques heures. Ceux qui auront à réussi à s’inscrire sont impatients de continuer.

Os passeios são muitos durante o fim de semana, cada qual pode escolher o que mais lhe agrada.  Dos 30 Km completamente planos aos 120 do percurso mais duro praticamente tudo é possível. Percursos muito bem desenhados, com abastecimentos abundantes e paisagens de assombro..  Passeios fáceis que são para as famílias com crianças, para as próprias crianças e mais duros para quem se quer esforçar mais. Tudo feito de forma simples  e descomplicada, tudo feito em grande  harmonia, em grande estilo mas também com muito conforto.

Les promenades sont nombreuses le week-end, chacun pouvant choisir ce qui lui convient le mieux. Des pistes de plus de 30 km complètement à plat aux 120 voies les plus difficiles, pratiquement tout est possible. Les parcours sont bien conçus avec un confort matériel non négligeable et des paysages magnifiques, ainsi que des promenades faciles pour les familles avec enfants, pour les enfants eux-mêmes et plus difficiles pour ceux qui veulent faire plus d'efforts. Tout est fait de manière simple, dans la plus grande des harmonies et un style remarquable mais aussi avec beaucoup de confort.


 

Passeios para todos.

E vamos, por esses campos fora, felizes.  Felizes sim, porque tanto companheirismo é inebriante e avassalador, contagiante. Tanta beleza é surpreendente e chegamos a tremelicar de entusiasmo. Ás  planícies douradas  e quentes seguem-se os verdes e frescos bosques. As vinhas são como linhas paralelas, bem definidas onde amadurece ao sol o maravilhoso fruto. Toda esta zona é um imenso Parque Natural  onde pássaros e ciclistas apaixonados e felizes voam livres ao sabor do vento suave e do doce cheiro da terra.

Não. AVV não é uma corrida  é um passeio e quando não se consegue subir vai-se a pé. Levamos a nossa companheira pela mão, passeamos com ela da mesma forma que ela passeia connosco. E assim , como dizia José Saramago, “ sempre chegamos onde nos esperam”.

Non. L’AVV n’est pas une course, c’est une balade et si vous ne pouvez pas la gravir, vous irez à pied. Nous prenons notre compagnon par la main, nous la suivons comme si elle marchait avec nous. Et ainsi, comme disait José Saramago, "nous arrivons toujours où ils nous attendent".

E com um passeio de 60 km terminamos o primeiro dia de aventura, cansados mas satisfeitos. É tempo de festa e repouso pois no dia seguinte há mais. Mais 30 Km num passeio sempre em volta do rio. Curto mas intenso.

Et avec 60 km, nous avons terminé la première journée d’aventure, fatigués mais satisfaits. Il est temps de faire la fête et de se reposer car le lendemain, 30 km supplémentaires nous attendent pour une promenade autour de la rivière. Court mais intense.

IMG_5407.jpg

O dia seguinte amanheceu muito quente , nem parece que estamos em França. Rapidamente se chega aos 36 graus mas nem isso demove ninguém. É tempo de novas partidas, a caminho meus amigos...

Le lendemain, il faisait très chaud et il ne semble pas que nous soyons en France. Vous atteignez rapidement 36 degrés mais cela n'aide personne. Il est temps de continuer à nous amuser avec les amis ...

A maneira mais romântica de andar de bicicleta

Tudo na AVV  é romântico  ou nos inspira romantismo: As paisagens, o ambiente, a música...  mas nada mais significativo que a passagem de um tandem, sim um tandem é sem duvida o objecto de deslocação mais romântico e bonito que existe.

La façon la plus romantique de faire du vélo

Tout dans l’AVV est romantique ou nous inspire le romantisme: les paysages, l’environnement, la musique ... mais rien de plus important que le passage d’un tandem, oui un tandem est sans aucun doute l’objet le plus romantique et le plus beau qui existe.

Madame e Monsieur Colibet

Todo o romantismo é possível. Este simpático  e jovem casal  tem, em conjunto com as suas bicicletas perto de 400  anos. Sim, cada um deles já tem uma bonita idade, juntos somam mais de 160 anos e as suas queridas bicicletas bem mais de 200 anos em conjunto. Uma ternura e uma simpatia de vir uma lágrima ao olho, de admiração e paixão. O romantismo na sua forma mais pura e encantadora.


Le romantisme nous entoure. Ce beau jeune couple a près de 400 ans avec leurs vélos. Oui, chacun d'eux a déjà un bel âge, ensemble, ils ont plus de 160 ans et leurs vélos bien-aimés bien plus de 200 ans ensemble. Une tendresse et une sympathie qui donne la larme à l'oeil, poussent à l’admiration et à la passion. Le romantisme sous sa forme la plus pure et la plus enchanteresse.

Água e outras poções mágicas.

_DSF3329.jpg

Se no tempo de Astérix  e Obélix  a poção magica era o segredo para a sua força, Obélix não precisava porque tinha caído dentro dela em pequeno,  aqui a poção mágica era a água. O calor intenso que se fazia sentir obrigou a organização a reforçar  o fornecimento de água com muitos abastecimentos extra. Nada melhor que a água para nos revitalizar. Mas não apenas a água. Em todos os constates e fartos abastecimentos haviam deliciosas iguarias e outras “Poções mágicas”  como o sumo de maça ou uva, muito apreciado na região ou o vinho, do branco ao rosé passando pelos excelentes  espumantes ou pela cerveja artesanal. Um festival para o gosto e para os sentidos, locais de confraternização e partilha. Locais de calma pura, descontraçã e descanso.


Si à l'époque d'Astérix et d'Obelix la potion magique était le secret de sa force, Obélix n'avait pas besoin de la préparer car il était tombé dedans petit, notre potion magique était l’eau. La chaleur intense ressentie a obligé les organisateurs à renforcer l'approvisionnement en eau grâce à de nombreuses fournitures supplémentaires. Rien de mieux que l’eau pour nous revitaliser. Mais pas seulement l'eau. Il y avait de délicieuses friandises et autres "potions magiques" comme le jus de pomme ou de raisin, très apprécié dans la région ou le vin, du blanc au rosé, à d'excellents vins mousseux ou à la bière artisanale. Un festival pour le goût et pour les sens, lieux de fraternisation et de partage. Lieux de pur calme, de détente et de repos.

As Caves

Muito apreciado e talvez um dos pontos mais altos do programa é a passagem, de bicicleta,  pelas caves de vinhos.  A escuridão e a frescura das caves abraçam-nos,  a emoção e adrenalina sobem perante a beleza de tal imprevisto. As caves conquistam-nos. E, no final, ainda nos dão prazer de provar um excelente copo de vinho.

Les grottes

La balade à vélo dans les caves à vin est un des points forts du programme. L'obscurité et la fraîcheur des caves nous embrassent, l'excitation et l'adrénaline montent devant la beauté d'un tel imprévu. Les caves les conquièrent. Et au final, ils nous donnent toujours le plaisir de déguster un excellent verre de vin.


A Festa

Não há aventura nenhuma dos nossos amigos Gauleses, Astérix e Obélix, que não acabe com um banquete, em festa. Aqui não poderia ser diferente. No caso não havia javali para assar mas haviam muitas mais iguarias para provar. E música , claro, muita música, dança e um ambiente verdadeiramente espetacular. A celebração da vida e da maneira de bem viver Gaulesa.

La fête

Il n’ya pas d’aventure de nos amis Gaulois, Astérix et Obélix, qui ne se termine pas par un banquet. Nous n’avons pas échappé à la règle. Dans notre cas, il n'y avait pas de sanglier à rôtir mais il y avait beaucoup plus de gourmandises à goûter. Et de la musique, bien sûr, beaucoup de musique, de la danse et une atmosphère vraiment spectaculaire. La célébration de la vie et le mode de vie gaulois.

Agradecimento.

Uma palavra de apreço e agradecimento para a organização deste grande evento que é de um  profissionalismo e duma competência  extraordinárias . Tudo corre como previsto e os imprevistos são solucionados com  rapidez e boa vontade. Um agradecimento especial á Amélie Nivelle que mesmo cansada de tanto trabalho tinha sempre um sorriso  para oferecer e uma solução para tudo.  Ao incansável ... duma simpatia e dedicação  impressionante.

Aos bombeiros de Saumur pela pronta assistência no pequeno acidente que tive e à calorosa família que, no meio do campo, me ajudou e acolheu enquanto esperava para ser assistido. Graças á sua ternura e simpatia tudo se tornou mais fácil. Graças ao profissionalismo, competência e amabilidade dos Bombeiros pude seguir caminho e terminar o passeio até ao fim. Foram todos incríveis.

Ao Nuno que ficou comigo enquanto era assistido e que me deu grande apoio.

Aos meus companheiros de viagem.

Obrigado a todos.

Merci beaucoup

Un remerciement aux organisateurs de ce grand événement qui ont largement démontrés leur professionnalisme et leur compétence. Tout s’est déroulé comme prévu et du moins pour les imprévus ont été réglés rapidement.

Un remerciement spécial à Amélie Nivelle qui, malgré la charge de travail, a toujours eu le sourire et une solution pour tout. À l'infatigable Christophe, d'une sympathie et d'un dévouement impressionnant.

Aux pompiers de Saumur pour l'assistance rapide dans le petit accident que j'ai eu et à la chaleureuse famille qui, au milieu du terrain, m'a aidée et m'a accueillie dans l’attente de ma prise en charge. Grâce à leur tendresse et à leur sympathie, tout est devenu plus facile. Grâce au professionnalisme, à la compétence et à la gentillesse des pompiers, j'ai pu suivre le chemin et terminer la tournée jusqu'au bout. Ils étaient tous géniaux.

À Nuno qui est resté avec moi pendant et qui m'a apporté un grand soutien.

À mes compagnons de voyage.

Merci à tous.

2019-07-06 13.14.32.jpg

Mais videos e fotos aqui no Instagram

Mais informação sobre percursos, evento e região aqui

Como ir de Portugal? Avião para Nantes e depois comboio para o centro de Saumur.

Alguns dados.

600 voluntários trabalham para que tudo corra bem. São responsaveis pelos abastecimentos , pela segurança, estão em todo o lado sempre com um sorriso.

250 Artistas

10 000 Participantes (e tudo corre lindamente).

45 000 espectadores.

Quelques données

600 volontaires travaillent pour que tout se passe bien. Ils sont responsables des fournitures, de la sécurité, ils sont partout avec le sourire

250 artistes

10 000 participants (et tout se passe bien).

45 000 spectateurs

 Filme oficial 2019

Mais algumas fotografia

IMG_5429.jpg

Para o ano há mais. É o 10ª aniversário e a festa promete. Até para o ano Anjou Velo Vintage.

Pour l'année, il y a plus. C'est le 10e anniversaire et la fête est promise. Même pour l'année Vintage Anjou Velo.

FIM

FIN

Eroica Hispania 2019

Eroica Hispania 2019-Cenicero, La Rioja, Espanha.

Estás feliz? Estou, disse eu, muito.  Lembraste quando viemos sozinhos pela primeira vez e como imaginávamos o que seria de partilhar toda esta emoção com amigos ? Claro que sim digo eu, sorrindo.  Foi mais um pequeno sonho realizado não foi? Foi, e foi tão bonito ! E tu estás feliz? Não podia estar mais, respondeu a minha amiga Bicicleta.

_DSF2683-2.jpg

Os preparativos foram feitos num simpático jantar. Por entre uns refrescantes  copos de limonada ou de bom vinho fomos acertando os pormenores. Tudo ficou mais ou menos combinado  para a grande aventura da “Embaixada Lusitana” que se deslocava à Rioja espanhola para participar na Eroica Hispania 2019. O entusiasmo era enorme.

IMG_4183.jpg

O Pedro, o Ricardo e o Carlos tiveram a espinhosa missão de desmontar as bicicletas uma a uma e das enfiar e acondicionar dentro da carrinha. Cerca de 900 Km nos separavam do nosso destino, cerca de 9 a 10 horas de viagem que decorreu sem incidentes de maior. Ao fim da tarde estávamos em Cenicero, ponto de partida e chegada da Eroica Hispania. Entre hotéis e o Parque de Campismo todos nos acomodámos confortavelmente.

IMG_4363.jpeg

O Sábado foi passado entre a pequena feira de  artigos de bicicleta e uns  curtos passeios, que incluíram visitas a caves de vinhos. e a sua degustação.

Ao final da tarde o Clube de Cenicero preparou uma belas sandes de “lomo e pimiento”, regado com vinho da Rioja que fizeram as delicias de ciclistas famintos e sequiosos.

Eventos como a Eroica não se resumem ao dia do passeio mas sim a todo um fim de semana. Animação qb, feira de artigos da especialidade, camisolas de sonho e um ambiente fantástico, tudo isso espera quem se atreve a ir.

Aventura Lusitana

O dia amanheceu fresco mas com previsão de muito calor. Partimos cerca das sete e meia com o entusiasmo quase infantil de quem vai  para uma grande aventura. E íamos!  As espectativas eram elevadas, a frescura da manhã como que nos dava energia para o que nos propúnhamos, o sol brilhava para um dia lindíssimo e cheio de vida.  

Decidimos fazer os 68 Km para podermos desfrutar e parar as vezes que queríamos, para ir sem pressa de chegar. E assim fizemos, 68 Km duros, de puro prazer, esforço e emoção.

A natureza ao longo do passeio é deslumbrante. As vinhas alternam com os prados, as planicies com montanhas, as pequenas aldeias cor de terra completam o cenário de filme romântico.  Sente-se a conjugação da força da Natureza com a nossa vontade de pedalar, sente-se como que uma corrente macia que nos envolve e que nos liga a todos, entre todos. As nossa cabeça é o motor, que nos diz “vai que consegues”,  e as nossas pernas vão, por vezes mais com o coração que com a força , mas vão, “observa e vê, contempla e desfruta”, e nós observamos e contemplamos, vemos e desfruramos,  com o coração cheio, “Ama”, e nós amamos cada pedaço de chão que nos dão o privilégio de pisar, cada pedaço de flor de cores exuberantes, cada pedaço de trigo verde que embala os campos, cada pedaço de nós próprios e melhor ainda cada pedaço dos outros com quem partilhamos tal jornada. Sim, não há nada como partilhar  este prazer com quem está em sintonia connosco.

São duros os 68 Km? Sim são duros. Por terra batida, por asfalto, com algumas subidas bem difíceis que cada um fez ao seu ritmo, controlando o esforço. O calor começou a apertar e tornou-se  forte. Abrasador. A água é fundamental nestas situações e não pode faltar. O Ricardo tratou que não faltasse. Ao fim de uma subida a compensação de uma bela vista e dum abastecimento abundante.  A paragem e a satisfação de ter conseguido cumprir mais uma etapa. Um abraço, um beijo, um olhar de cumplicidade e o prazer do convívio.

E o passeio continua, um passeio onde todos desfrutam á sua maneira, dizendo piadas, cantando, sorrindo. Mas há lugar também para a solidão, para a introspeção. Neste passeio partilhamos muitas emoções e também nos encontramos a nós próprios. Por vezes rindo e falando, por vezes  mais sós, respeitando silêncios e a solidões a que cada um se dedica.

( A Rita levava a camisa com que a sua Avó andava de bicicleta, creme com bolinhas pretas, a felicidade com que o disse  foi comovente e representa bem a emoção desta  sua primeira participação ).

_DSF2689.jpg

Do ultimo abastecimento ao final é um tiro, chegamos extenuados mas felizes, abraçamo-nos, cumprimentamo-nos e fizemos uma foto. Para a postridade. De alegria estampada nos olhos, de coração apertado de emoção.

_DSF2693.jpg

O Alexandro estava de rastos, de tanto pedalar e cantar.  O Ricardo queria beber uma  “Bjeca” ou uma “Canha” como os espanhóis lhe chamam. Bebemos duas que não há nada melhor depois de uma aventura velocipédica que uma cervejinha bem tirada e fresca. Que nos perdoem os mais puros mas nestas alturas isto não vai lá só com água. 

_DSF2701.jpg

Terminamos a tarde numa esplanada, bebendo uns  copinhos e restabelecendo as forças, conversando e já recordando o grande feito. Celebrando a vida e as melhores coisas  que ela nos dá. Que privilégio esta partilha.

( Estando aqui sentados pedem-me que diga alguma coisa, a mim... e eu falo duns anos antes, em que estava sentado naquela praça num final de tarde, sozinho no meio de uma multidão que comia e bebia, que conversava alto como só os espanhóis sabem conversar, que se divertia. E eu sozinho bebia daquilo tudo, como se estivesse em cada mesa brindando e bebericando. Recordo-me de como pensei que seria tão bom que um dia ali estivesse com amigos. E ali estava eu cumprindo esse pequeno sonho. E lembrei-me também  de nessa tarde magica ter ouvido falar as bicicletas, de sentir os seus pensamentos e a sua comunhão com o seu ciclista. Claro que já tinha bebido uma ou duas “canhas” quando cheguei a esse ponto, mas que porra a vida é feita  também de sonhos, emoções e por vezes de alguma fantasia não é? )

A noite terminou, como não podia deixar de ser, com um delicioso jantar numa esplanada no “Pueblo” de La Guardia que é considerado um dos mais bonitos de Espanha. Boa companhia, boa comida e boa bebida, corpos cansados e mentes tranquilas e felizes. Que se pode  pedir mais ?

Amigos Bascos

_DSF2380.jpg

Conheci a Ane e o Unai  o ano passado na Eroica Hispania e desde aí temos mantido algum contacto. Sabia que iam mas não os tinha ainda visto. Não os vi no campismo nem na partida e estava com receio que à ultima da hora não pudessem ter vindo. Parei durante o caminho, por acasso, no local onde os tinha conhecido no ano passado para fazer uma fotografia. Quando olho para trás vejo a Ane a acenar toda contente. Fiquei maravilhado, não tínhamos combinado nada e fomos encontrar-nos exatamente no mesmo local onde nos conhecemos o ano passado. Existem coincidências incríveis e verdadeiramente magicas que nos fazem pensar na beleza da vida e nos dão uma alegria enorme. Obrigado Ane e Unai.

Nuno e Carlos

_DSF2148.jpg

O Nuno e o Carlos acompanharam toda esta viagem em trabalho mas também por prazer. O Nuno está a produzir e a realizar um documentario sobre ciclismo Clássico de que todos nos vamos orgulhar e o Carlos a fazer as fantásticas imagens para o mesmo. Obrigado aos dois por tão boa companhia e pelo vosso entusiasmo.

Prémio para o melhor Bigode

_DSF1825.jpg

Não havia nenhum concurso para o melhor bigode, mas se houvesse o Ricardo ganhava, disso ninguém tem qualquer duvida. Grande “bigodassa” Ricardo.

IMG_4221.jpg

A Eroica Hispania 2019 decorreu uma vez mais  na bonita região de La Rioja. Esta região é bem conhecida pelos os seus vinhos e por ser uma das regiões vinícolas mais famosas  de Espanha e do mundo. Tem excelentes hotéis e parques de campismo e rotas bem assinaladas para quem gosta de turismo de natureza, de povoações bonitas e boa gastronomia.. Tem inúmeras adegas onde se pode fazer degustação do precioso néctar , bem acompanhado de um bom queijo ou umas fatias de presunto.  É também uma grande rota de passagem do Caminho de Santiago. Uma região que vale bem a pena visitar.

O evento contou este ano com a presença de  cerca de 850 participantes de 25 Países. Ao contraio de outras edições, em que choveu  muito, esta  decorreu  sob um sol por vezes escaldante mas que deu um grande colorido ao passeio. Os primeiros participantes, os “eroicos”, partiram ás 6,00 horas da manhã para uma distancia de  194 Km. Mais tarde partiram os  participantes dos  144 e dos 68 km onde participaram  a maioria dos Portugueses.

Agradecimento.

 

A todo o grupo. Pela camaradagem, pelo empenho, pela amizade que nos uniu.  

Ao Willy .

Muito obrigado a todos.

Artur

Restos de colecção.