Uma Serra, amigos e dois passeios Velo Corvo.

Arrábida com Sol

No final de Setembro o Pedro convocou para mais um passeio Velo Corvo, desta feita na Arrábida, Setubal. Desta vez era especial pois íamos ter com o nosso amigo Jean François Laurent , grande amante do cicloturismo e que se passeava solitariamente por Portugal. O Jean François é um histórico do cicloturismo Francês, grande viajante de bicicleta, autor do fórum tonton velo, fundador e colaborador de revistas da especialidade, mestre na arte de viajar em bicicleta. Para além do mais tanto eu como a Marie ou o Pedro temos uma divida de gratidão e amizade para com ele. Sem que o soubesse e nos conhecesse teve uma importância enorme nas nossas vidas. Passear com o Jean François foi uma honra incrível e um privilégio.

O cicloturismo é uma grande família.
— Jean François Laurent

Saímos de Lisboa em direção  a Setúbal de comboio, chegados a Setúbal tivemos de esperar um pouco pelo Jean François e aproveitamos para visitar o mercado de Setúbal, talvez um dos mais bonitos do País.

Enquanto esperávamos a Marie desenhava e o Pedro estudava a rota a seguir.

_DSF7544.jpg

O dia estava a começar a ficar quente, o céu estava azul, um dia lindo para fazer um passeio de bicicleta por uma serra entre o campo e um mar que tem um azul esverdado verdadeiramente belo.. .O Jean François chegou e partimos em direção a esta serra tão bonita.

E começamos a subir, debaixo de um dia cada vez mais quente, subidas duras em que por vezes tivemos de desmontar, pelo menos alguns de nós. Mas tudo compensava a  dureza das subidas, as vistas, a companhia... e o azul do céu e do mar que pareciam ter combinado com o verde das árvores para nos deslumbrar.

Depois de Sesimbra começamos o regresso a Lisboa pela herdade da Apostiça, por estrada de terra chegamos á fonte da telha, com muitas peripécias pelo meio como é normal, e daqui á Trafaria onde apanhámos o Barco para Belém.  Cerca de 90 Km num passeio que se recomenda vivamente.

Herdade da Apostiça

Chegada á Fonte da Telha

No barco Trafaria-Belém

Arrábida com Chuva

 

O Pedro avisou: Muitos km’s a subir, muita chuva. Mesmo assim quando chegamos a Palmela éramos  nove . Nove aventureiros. De Palmela ao Portinho da Arrábida, e depois a Setúbal, subindo e descendo com muita chuva e frio.

Deixo as fotografias possíveis para um passeio muto diferente, na mesma Serra, que fizemos  com imenso prazer. Foi tão bom que, encharcados, todos perguntava-mos: Quando é o próximo? O texto deixo para o Pedro que o escreveu aqui.