Tchau Luciano.

Faleceu Luciano Berruti, um verdadeiro ícone do ciclismo mais puro e verdadeiro. Morreu a pedalar na sua bicicleta como certamente desejaria. Era o simbolo e o numero 1 da míticaL´eroica. Ainda tive a honra e o privilégio de o conhecer e fotografar. Que esteja em paz no céu onde, se for tão perfeito como dizem, haverá de certeza bicicletas. :(

"Criam-se as condições e as coisas acontecem".

NATUREZA

Há uns anos tive uma das saídas mais cretinas que já me aconteceram em contexto profissional. Estava a seguir Gonçalo Ribeiro Telles para uma reportagem sobre as obras que viriam a resultar no Jardim Amália Rodrigues, no topo do Parque Eduardo VII, em Lisboa. A dado passo, o arquitecto diz: “tem de imaginar que aqui será o lago. Está a ver? Isto tudo água, com uma série de patos…” E eu digo: “Ah, patos. Que bela ideia. Vão pôr patos aqui.” O velho senhor fixa-me devagar: “Não. Não vamos pôr patos em lado nenhum. Vamos criar as condições – um lago – e os patos aparecem naturalmente. Olhe, muito provavelmente alguns virão do lago da Gulbenkian.”

Glup. Pois claro. Criam-se as condições e as coisas acontecem.

Nunca mais me esqueci deste diálogo. Não tanto por ter feito de tonta com um velho sábio, mas porque os patos, efectivamente, apareceram. Ao longo dos anos tenho testemunhado como são muitos e vivazes, como chegam e partem livremente. Apenas porque ali encontram condições apetecíveis, adequadas.

Quando em Lisboa se começaram as obras para os percursos pedestres e para as ciclovias não faltou a habitual vozearia contra o despesismo e o transtorno e a falta de lugares de estacionamento. Na minha família, os mais velhos foram particularmente críticos. Para quê? Quem é que vai andar de bicicleta ou correr na cidade das sete Colinas?! E eu sismava nos patos. Criam-se as condições e eles aparecem. Talvez, dizia para comigo, talvez o sedentário lisboeta se ponha finalmente a pedalar ou a fazer corridas ao fim da tarde.

Hoje, é vê-los. São tantos, são cada vez mais. Criam-se as condições e as coisas acontecem. A natureza tem tanto para nos ensinar.

Texto: Paula Moura Pinheiro

A Isabel e a sua Peugeot

Ia na ciclovia do Tejo quando reparei na Isabel. Levava os braços abertos como quem abraça o mundo e o transforma em felicidade. Não resisti a meter-me com ela.

LC: tens essa bicicleta há quanto tempo?  Isabel: Um ano mais ou menos. Foi a melhor compra que eu fiz!! LC: Consegues definir numa frase o que é para ti andar de bicicleta em Lisboa? Isabel:  É genial !!! Normalmente venho super cansada do trabalho e limpa-me a cabeça. LC: Eu vinha atrás de ti e reparei que vinhas a abrir os braços ... Isabel: Sim, vinha. E a cantar.  Venho sempre muito contente...

De vez em quando...um livro.

O "Livro da Bicicleta"  é o resultado da experiência e do amor do Miguel Barroso pelas bicicletas e pela mobilidade em duas rodas. Tem dicas fundamentais para principiantes, conselhos praticos e muita informação para quem quer começar a exprimentar este maravilhoso mundo. É também extremamente útil para quem já anda mas quer estar sempre a aprender. Um óptimo livro para ler nas fériasmas também para guardar e consultar em todas as ocasiões.

O "Livro da Bicicleta"  é o resultado da experiência e do amor do Miguel Barroso pelas bicicletas e pela mobilidade em duas rodas. Tem dicas fundamentais para principiantes, conselhos praticos e muita informação para quem quer começar a exprimentar este maravilhoso mundo. É também extremamente útil para quem já anda mas quer estar sempre a aprender. Um óptimo livro para ler nas fériasmas também para guardar e consultar em todas as ocasiões.

Bike Art Lisboa, 2017

O Bike Arte é um festival de rua colaborativo que ocupa as ruas com arte, música e bicicletas com o objectivo de pôr as pessoas a usufruir do espaço público. Acontece desde 2012 em São Paulo e já acolheu dezenas de ilustradores (alguns portugueses), arte urbana, concertos e muitas bicicletas reparadas em algo parecido ao que chamamos cicloficina. A associação Gerador, no seu Trampolim, acolheu esta primeira edição fora do Brasil com a colaboração da Bicicleta Voadora.  O cartaz é da Priscilla Ballarin, uma designer /ilustradora de São Paulo que vive em Lisboa. Foi muito animada e interessante esta iniciativa não só pela presença de tantos ciclistas interessados como pelo envolvimento com a população local que se mostrava muito interessada. Magnificas as ilustrações expostas e o ambiente vivido. Sem duvida em evento que promove com excelencia a cultura da bicicleta e a arte, que aqui se fundem de forma natural, que traz gente para as ruas e praças e que abre a cidade ás pessoas.  A cidade é das pessoas e não dos automoveis. A iniciativa realizou-se na nova Praça de Campolide, local que sem duvida está muito melhor, com um quiosque, espaços verdes e sitios para estar em vez de ser unica e exclusivamente para circulação automovel como acontecia anteriormente. Faltam árvores é verdade, existem aguns erros de planeamento é verdade e faltam sombras no local, mas sem duvida está muito melhor. Espero ansiosamnete pelo Bike Arte 2018 e por mais eventos da Bicicleta Voadora que tão boas iniciativas tem tido.

Uma bicicleta chamada Felicidade.

Serão mais felizes as pessoas que andam de bicicleta? Serão mais felizes que aquelas que se fazem transportar por outros meios? Por mim não tenho duvidas que sim. Não é por acaso que as crianças adoram andar de bicicleta. Não será por acaso também que me sinto criança quando ando de Bicicleta,  que chego ao trabalho ou a casa muito mais bem disposto e tranquilo quando me desloco nesta maravilha de duas rodas do que quando sou obrigado a deslocar-me noutro meio de transporte. Segundo um estudo da  Universidade  de Clemson nos Estados Unidos “as pessoas ficam mais bem humoradas quando andam de bicicleta do que em qualquer outro meio de transporte“.Na verdade a bicicleta parece reunir um conjunto de factores que nos leva a sentir felizes quando nela andamos: A maravilhosa sensação de liberdade que nos proporciona é indescritível, o bem que faz à nossa sanidade mental e física é inquestionável. Inquestionável é também facto de em cima de uma bicicleta podermos conviver com os nossos amigos e criar assim laços mais fortes de amizade e depois do passeio nos saber tão bem socializar e estar com quem gostamos. Ou o facto de nos tornar mais optimistas e positivos e de sem duvida nos proporcionar muitas sensações maravilhosas. Mas também contribuirá para esta sensaçãode felicidade e bem estar o facto de ela permitir que nos desloquemos mais rapidamente para qualquer lugar sem ajuda de um motor (não sei se já repararam mas possivelmente em termos proporcionais somos  o animal mais lento ao cimo da terra) o que a torna como que um complemento do nosso corpo. Ainda por cima é fácil de aprender a andar o que permite o acesso de todos que tenham vontade de aprender.A bicicleta é de facto um objecto maravilhoso, como já li em qualquer lado:” É uma maquina de fazer felicidade”.

A Bicycle called Happiness

Are people who ride bicycles happier? I do not doubt that they are. It is not by chance that children love to ride a bicycle. It is not by chance that I also feel that I am a child when I am riding a bicycle, that I come to work or arrive at home much better and more tranquil when I am moving in this two-wheeled wonder than when I am forced to move in another kind of transportation.According to a study at Clemson University in the United States, "people get better humored when they ride bikes than in any other means of transport."In fact the bicycle seems to gather a set of factors that makes us feel happy when we ride it: The wonderful feeling of freedom that gives us is indescribable, the benefits for our sanity and physical form is unquestionable. The bicycle also makes us hang out more with our friends and thereby strengthen the ties of friendship. After a ride it feels so good socialize and be with who we like. Or the fact that we become more optimistic and positive and undoubtedly the bike provides us with many wonderful sensations.Another contribute to this feeling of happiness and well being is  that the bike allows us to move faster to any place without the help of an engine (I do not know if you have noticed but proportionately we are one of the slowest animals).  The bike is so a complement of our body. It is easy to learn how to ride and this allows access to all who have a desire to learn.The bicycle is indeed a wonderful object, as I have read somewhere: "It is a machine that produces happiness."

 

EROICA HISPANIA 2017

LISBOA, 3 DE JUNHO DE 2017, 4 HORAS DA MANHÃ

É com a excitação de uma criança que parte numa viagem à muito desejada que me levanto e me preparo para fazer os 820 Km que separam Lisboa de Cenicero em Espanha. Depois de algumas horas de condução chego finalmente ao meu destino. Não queria acreditar no que via, gente por todo o lado com fantásticas bicicletas, uma Vila engalanada a preceito, um ambiente fantástico e muito acolhedor. Nas diversas bancas instaladas numa feira de produtos relacionados com a bicicleta todos apreciavam os mais diversos tipos de peças, camisolas de lã de merino ou bicicletas antigas. Estavam também representadas as marcas patrocinadoras do evento com os seus produtos, mas sem serem demasiado ostensivas.. Estava verdadeiramente impressionado. A complementar esta feira haviam exposições e as ruas e os cafés estavam decorados em conformidade. No coreto da praça central bandas tocavam e as boas vindas eram dadas a todos os participantes e visitantes. Pelas ruas viam-se ciclistas felizes de um lado para o outro, num beco uma oficina montada na rua afinava gratuitamente todas as bicicletas para que ficassem impecáveis e bonitas para o dia seguinte. Impressionante como se sentia a paixãodas bicicletas por todo o lado. A primeira impressão superou todas as expectativas.

LISBON, JUNE 3, 2017, 4 HOURS OF MORNING.

It is with the excitement of a child who sets off on must desired journey that I get up and prepare to do the 820 km that separate Lisbon from Cenicero in Spain. After several hours of driving I finally reach my destination. I couldn't believe what I saw, People everywhere with amazing bikes, a village thoughtfully dressed up, a fantastic and welcoming environment. In the various Benches in the fair, with products related to bicycles, everyone appreciated the most diverse type of bike pieces, Merino wool sweaters or old bicycles. The sponsoring brands of the event were also represented with their products. I was truly impressed.  Exhibits in the village and the decorated streets and cafes round up the event.  On the Bandstand in the central square music bands gave their welcome to all participants and visitors. Cyclists filled the streets, cycling happy from one side to the other, in an alley a workshop set up on the street checked the bikes for free so that they would be prepared and pretty for the next day. The passion for Bicycles was felt everywhere. My first impression surpassed all my expectations.

EROICA HISPANIA: O REGRESSO À PUREZA DO CICLISMO E À GRANDE AVENTURA.

A Eroica é um poema em forma de bicicleta, uma bicicleta feita de aço. É um hino à beleza ímpar do ciclismo no seu estado mais puro. É uma homenagem poética a esse maravilhoso objecto que se chama bicicleta e ao ciclista que com a sua bicicleta se une. A bicicleta aqui atinge o patamar da veneração , as camisolas de lã de merino são a indumentária sagrada que acompanha a grande festa. Na noite anterior as ruas estão cheias de peregrinos alegres que riem , bebem e comem , que se divertem em enorme camaradagem. Assim como as bicicletas estão juntas e sem cadeados, encostadas ás paredes, as pessoas também se juntam nas mesas mesmo não se conhecendo. As bicicletas, que já se passearam pelas ruas estreitas e acolhedoras de Cenicero,  que já foram admiradas e mimadas, que seduziram durante a tarde estão agora a descansar, como que esperando pacientemente pelos seus ciclistas felizes. "Somos antigas e felizes" pensam elas, porque eles também são felizes . Somos um só , nós e elas, pensam estes ciclistas que tanto delas gostam. O vinho é o tema, o saboroso vinho da Rioja que escorre das garrafas para os copos e destes para as gargantas. Não muito, porque amanhã é dia de grande jornada. Jornada ciclista a sério , jornada de grande aventura, jornada de amor e esforço feito por dois que são um só. Jornada honesta porque aqui não há vencedores, cada um vence á sua maneira e o chegar ao fim é uma vitória. Uma jornada onde o último é recebido com as mesmas honras que o primeiro. Chegue á hora que chegar. Porque todos são vencedores. É tarde, dizem as bicicletas ainda encostadas ás paredes quando a noite já vai longa , temos de ir que amanhã é dia duro pelas estradas estreitas entre os vinhedos e pelos caminhos de terra batida. Parece até que vai chover muito. É tarde sim diz o ciclista feliz , anda, vamo-nos deitar.

EROICA HISPANIA: THE RETURN TO PURITY OF CYCLING AND THE GREAT ADVENTURE.

The Eroica is a poem in the form of a bicycle, a bicycle made of steel. It is a hymn to the unique beauty of cycling in its purest state. It's a Poetic homage to this wonderful object called bicycle and to the cyclist who joins with his bicycle. The bike here reaches the stage of adoration; the Merino wool sweaters are the sacred costume, which accompany the great feast. The night before the streets are filled with joyful pilgrims who laugh, drink and eat, which enjoy each others company in a great camaraderie. Just as bicycles are together and without padlocks, leaning against the walls, people also share tables even if they did not know each other. The bicycles, which have already strolled through the narrow and cozy streets of Cenicero, which were admired and spoiled, who seduced during the afternoon are now resting, as if waiting patiently for their happy cyclists. "We are old and happy," they think, because they too are Happy. "We are one, we and they", think these cyclists who love their bikes. Wine is the theme, the delicious Rioja wine that flows from the bottles to the cups and from these to the throats. Not too much though, because tomorrow is a day of great journey. A serious Journey, of great adventure, of love and effort made by two which are one. Honest journey because there are no winners here, each one wins in it's own way, and the end is a victory. A journey where the last is received with the same honours as the first. Whatever time they might arrive. Because all are winners. "It's late", say the bikes, still leaning against the walls when the night is already far into, we have to go tomorrow is a hard day on the narrow roads between the vineyards and on the paths of beaten earth. It looks like it's going to rain a lot. "Yes, It is Late" the happy cyclist says, come on, let's go to bed.

DIA 2

EROICA HISPANIA : ÉPICA

Cenicero, La Rioja, 05,00 horas. É ainda de noite, não chove mas o céu está carregado e as previsões são assustadoras. No parque de campismo improvisado no relvado das piscinas municipais, onde as muitas tendas parecem pequenos cogumelos aconchegados uns nos outros ,só se ouve o chilrear madrugador dos pássaros e os pequenos ruídos provenientes de quem já se prepara para a dura prova que se avizinha.  Um “camping gaz” que se acende para aquecer um café, uma bomba que enche um pneu, não se ouve muito mais que isto e o cantar dos pássaros. Todos os gestos são feitos com o maior cuidado para não incomodar os outros. Impressionante o civismo no parque de campismo. Nenhum ruído desnecessário, nenhum lixo no chão  e um respeito incrível de todos por todos. As bicicletas que dormiram encostadas ás árvores ou ao lado dos seus companheiros no quentinho das tendas estão já despertas e fazem-se os derradeiros preparativos. Cerca das 5,45 horas os primeiros "Eroicos" começam a dirigir-se á zona da partida para o inicio do percurso mais longo. 193 Km com uma bicicleta em aço e anterior a 1987. 193 Km debaixo de uma chuva que se teme vir a ser muito intensa. O entusiasmo dos participanres é incrivél uma vez mais.

Cenicero, La Rioja, 05.00 hours. It's still night, it does not rain but the sky Is loaded and predictions are scary. In the improvised campsiteon the lawn of the municipal swimming pool, where the many tents look like small mushrooms nestled against each other, you can only hear the Birds chirping and the small noises coming from those who already prepare for the hard proof that is approaching. A "camping Gaz " that lights up to heat a coffee, a pump that fills a tire, one can not hear much more than this and the singing of birds. All the gestures are made with great care so as not to disturb others. Stunning civility at the campsite. No unnecessary noise, no litter on the floor and an incredible respect from everyone for all. The bikes that slept leaning against the trees or beside their companions in the warm of the tents are already awake and the last preparations are made. Around 5.45 am the first "Eroicos" begin to go to the zone of departure for the start of the longest route. 193 km with a steel bicycle and prior to 1987. 193 km under a rain that is feared to be very intense. The enthusiasm of the participants is incredible once again.

A partida para a prova mais longa é feita entre as 6 e as 7 da manhã, para as outras provas um pouco mais tarde. Uns partem em grupos animados outros em solitário. O objectivo é comum: Chegar ao fim.  É apenas esta a vitóriaque cada um anseia. Continua sem chover. O dia clareia e mais e mais partem. Ao todo serão cerca de 1000. Por volta das 6,30 horas começa a cair uma chuva miudinha, nada que assuste os ciclistas felizes, vestem-se impermeáveis mas a boa disposição continua. E continuam a partir para uma viagem de quase 200 KM por montes e vales, por estradas ora estreitas ora de terra batida, por aldeias antigas de ruas em tons de terra ou caminhos rodeados de verdes vinhas. Por paisagens de cortar a respiração. A chuva começa a cair com mais intensidade, começam a ouvir-se trovões e os relâmpagos iluminam uma manhã que escurece de forma dramática. A anunciada chuva chegou e vai manter-se praticamente durante todo o dia ensopando os aventureiros e transformando os caminhos de terra em barro. Quem parte agora parte já encharcado mas com o entusiasmo no máximo. O director da prova é um homem preocupado com as condições climatericas mas feliz porque não há desistencias, apesar da chuva intensa que cai.

The start of the longest race is made between 6 and 7 in the morning, the other races  start a little later. Some leave in chearfull groups others alone. The goal is common: Get to the end. That isthe only victory that everyone craves. It still does not rain. The daybrightens and more and more leave. Around 1000 participants. A small rain starts to fall at 6.30 o'clock, nothing to frighten thehappy cyclists, that wear their waterproof jackets and are in a good mood. The journey the start for almost 200 KM through hills and valleys, on narrow roads or sometimes on beaten earth, passingold villages of earthy colours or paths surrounded byGreen vineyards. Passing breath-taking landscapes. The rain starts tofall more intense, thunders and lightning illuminate a dramatically darkening morning. The announced rain arrived and will remain practically all day long soaking the adventurers and turning the dirt paths into mud. Who leaves now starts already soaked but with the enthusiasm on the top. The director of the race is a man worried about the weather conditions but happy because there are no withdrawals, despite the heavy rain that falls.

Depois de todos partirem parto também tentando encontrar o rasto dos ciclistas. O percurso está extremamente bem assinalado, tudo foi cuidadosamente preparado pela excelente organização. Chego a Santo Domingo uma Vila cheia de peregrinos que fazem o caminho de Santiago debaixo da chuva intensa que continua a cair e da escuridão que se apoderou da manhã, pergunto se viram ciclistas dizem-me que já viram passar muitos. Chove copiosamente e o céu está escuro como se fosse noite. Vejo finalmente um, vejo pelo dorsal que está a fazer a prova, diz-me que é o último e que está muito cansado e cheio de frio. Provavelmente terá de desistir. Esta muito triste. Quem não quer desistir é quem encontro mais à frente encharcado na berma da estrada tentando remendar um furo.  A bomba não funciona e pergunta-me se tenho uma, tento ajudá-lo e ali os dois, de baixo de chuva, conseguimos mudar a camara de ar e resolver um problema na corrente que ficou mal colocada. Nunca o vi desesperado ou desmotivado, apesar das dificuldades, do frio, da chuva, dos carros que passam por nós e mandam ainda mais água. Nunca pensou em desistir apesar de ser agora o último. O entusiasmo dele contagiou-me e o grande e caloroso abraço que me deu antes de partir estrada fora só por si já justificava e bem a minha viagem. O seu sorriso e a sua boa disposição eram absolutamente contagiantes. Quando nos reencontramos no reabastecimento demos novo abraço. Fiquei muito contente por ele.

After everyone leaves, I'm also trying to find the path of the Cyclists. The course is extremely well marked; everything has been carefully prepared by the excellent organization. I get to Santo Domingo a village full of pilgrims who make the way to Santiago under the heavy rain that continues to fall and the darkness that took over the morning, I wonder if they saw cyclists they tell me they've seen many. It rains heavily and the sky is dark as if it were night. I finally see one, I can see by the number that heis participating in the race, he tells me that he is the last one and that he is very tired and very cold. He probably has to give up. It's very sad. One who does not want to give up is the one I meet later soaked on the side of the road trying to mend a hole. The pump does not work and I have one, I try to help him and there the two, under rain, we were able to change the air chamber and solve a problem in the chain which was misplaced. I never saw him desperate or unmotivated.The difficulties, the cold, the rain, the cars that pass through us and throw even more water. He never thought about giving up even though he is now the last. His enthusiasm infected me and the big, warm embrace that he gave me before he left, alone justified my trip. His smile and his good disposition were absolutely contagious. When we meet again at the refuelling post he gave me another hug. I was very happy for him.

Chegados a San vicente, km 106, tem lugar o primeiro abastecimento. Parecia um banquete com uma enorme variedade de comida. Havia também, uma vez mais, uma oficina ambulante para reparar alguma bicicleta com problemas. Uma vez mais impressionante o entusiasmo de todos apesar da chuva, de estarem encharcados e cheios de lama . Este entusiasmo e esta alegria nunca deixaram de estar presentes durante toda a prova.

Arriving in San Vicente, km 106, the first refuelling/supply stop.It looked like a banquet with a huge variety of food. There was also, once again, a mobile repair shop to handle all problems a bike might have. Once again also, the enthusiasm of all is impressive, albeit the rain, the fact that they are soaked and muddy. This joy never ceased to be present throughout the race.

O primeiro abastecimento repôs as energias e os níveis de esperança em chegar ao fim. Permitiu aos mais atrasados recuperarem e verem que muito pouca gente havia desistido. A chuva, que até ao momento podia ser vista como uma dificuldade, passou a ser um aliado.  Um aliado muito importante porque aumentou decisivamente a vontade e a moral de todos. Todos queriam vencer esta batalha e quanto mais dura mais saborosa e autêntica seria. Esta Eroica iria transformar-se num mito. E todos, sem excepção, queriam fazer parte dele.

The first supply replenished the energies and levels of hope to reach the end. It allowed the later ones to recover and see that very few people had given up. The rain, which until now could to be seen as a difficulty, became an ally. Anvery important ally because it has decisively increased the will and morale of all. Everyone wanted to win this battle and the longer it lasts the more tasty and authentic it will be. This Eroica would become a myth. And everyone, without exception, wanted to be part of it.

Uns quilómetros mais á frente estava preparada a primeira surpresa para os “Eroicos”. Na belíssima “Finca” San Martin estava à espera mais um repasto de queijos e enchidos da região. E, claro, o vinho tinto e branco que fez as delicias de todos.  A felicidade e a boa disposição eram indescritíveis. Não havia cansaço, frio ou chuva que estragasse tal festa.

A few miles ahead the first surprise was prepared for the "Eroicos". In the beautiful "Finca" San Martin an extra gift of cheese and sausages from the region was waiting. And of course the red and white vine that made everyone’s delight. The happiness and good mood were indescribable. There was no tiredness, cold or rain that could spoil such a party.

A alegria da chegada. Passadas quase dez horas chega o primeiro da prova mais longa.  Quase dez horas debaixo de chuva, a enfrentar a lama e o vento. Quase dez horas de esforço numa prova muito dura compensado com uma bela garrafa de vinho oferecida por uma “Bodega” local. Mas mais saboroso que o néctar era o abraço dado pelo director da prova a todos que chegavam . Um abraço fraterno e de amizade. Um abraço de agradecimento a todos aqueles que tornaram esta “Eroica Hispania” histórica. Que tornaram esta “Eroica Hispania” Épica.

The joy of arrival. After almost ten hours of the first race. Almost ten hours in the rain, facing the mud and the wind. Almost ten hours of effort in a very hard race compensated with a beautiful bottle of wine offered by a local  "Bodega". But tastier than the nectar was the embrace given by the director of the rest to all who arrived. A brotherly and friendly embrace. a hug of thanks to all those who have made this "EroicaHispania" Historical ". That made this epic "Eroica".

A “Eroica” no feminino

O sector feminino esteve presente em força na edição da “Eroica Hispania”.  Eram mesmo muitas e sem elas a prova não seria a mesma.  A dignidade e a beleza que dão ao evento é  demasiado significativo para ser ignorado. Aqui não interessa a idade e o género de cada um. Aqui o que importa é participar.  A beleza que as mulheres deram a esta prova é insubstituível. Fizeram da "Eroica" uma grande festa, sempre com um grande sorriso de satisfação. E algumas ainda arranjaram tempo para apanhar umas flores pelo caminho...

The feminine sector was present in force in the edition of "Eroica Hispania ". They were really many and without them the race would not be the same. The dignity and beauty that they give to the event is too significant for it to be ignored. It does not matter the age and the gender of each one. Here thewhat matters is participating. The beauty that women gave to this test is irreplaceable. They made "Eroica" a great party, always with a ig smile of satisfaction. And some still found time to pick some flowers on the way ...

Luciano Berruti

Com mais de 70 anos Luciano Berrutti é  o grande embaixador da prova no mundo. Vai a todas as provas e tem sempre o dorsal número um.  É uma verdadeira lenda para os amantes deste tipo de evento.

With more than 70 years Luciano Berrutti is the great ambassador of the racein the world. He goes to all events and always wears the number one. He istrue legend for lovers of this type of event.

Willy

Willy é a alma da Eroica Hispania. O director atento da prova. É dele que todos esperam o abraço no final. E com ele que todos esclarecem duvidas ou pedem apoio. A organização da Eroica Hispania é iirrepreensivel, tudo muito bem planeado, percursos impecavelmente assinalados e abastecimentos muito bem fornecidos e preparados. Toda a organização está de parabéns e Willy é o seu comandante.

Pequena entrevista com Willy Mulonia:

Lysbon Cycling: Willy quantas edições há já de Eroica Hispania? Willy Mulonia: Esta é a terceira edição. LC: Tens notado alguma evolução no numero de participantes? WM: sim, todos os anos tem aumentado. No primeiro ano foram 624, o ano passado 815 e este ano 917. Este ano tivemos um pouco de azar pois é a final da "Champions " senão ainda teríamos muito mais. LC: Esta Eroica difere e malguma coisa das anteriores? WM: Sim, durante os 3 dias temos muitas actividades culturais e musicais, nos outros anos isso não aconteceu. Fizemos este investimento também para entreter todos os visitantes que vêm e não participam nas provas e que são muitos. Fazemos tudo isto para que as pessoas fiquem aqui em Cenicero. Não temos investimento em publicidade, este é um evento em que o passa a palavra tem muita importância. LC: Qual é o papel da Camara Municipal de Cenicero? WM: É fundamental, sem uma administração como a de Cenicero seria impossível organizar o evento. LC: Tens a noção de qual é o impacto económico na região deste evento? Não temos nenhum estudo feito mas o que se nota durante os 3 dias da prova é que todos alojamentos turísticos estão ocupados. Se Cenicero tivesse mais capacidade para receber gente tudo se encheria na mesma. LC: Qual a relação do evento com o vinho da região? WM: É das coisas que mais nos orgulhamos pois esse é um dos objectivos do evento, trazer gente para conhecer uma actividade económica tão importante para a região. LC :tens noção da percentagem de estrangeiros presentes? WM: a percentagem de estrangeiros este ano é de 45%, de todas as Eroicas que há no mudo esta é a que tem maior numero de percentagem de estrangeiros é a mais internacional. Isto tem um impacto importantíssimo a nível turístico. LC Tens noção de onde vêm? WM: Sim, o País mais representado é Inglaterra seguido da França e Itália. Temos um casal que vem da Nova Zelândia para a Eroica e que ficam por uma semana ou mais visitando toda a região. LC: Achas possível uma Eroica em Portugal ? WM: Em cada semana recebemos muitos pedidos para organizar a Eroica em diversos Países, ás vezes de varias regiões do mesmo País. Seria muito difícil realizar em Portugal porque se começarmos a organizar muitas Eroicas corremos o risco da vulgarização e não queremos que isso aconteça. Temos já algumas provas pelo mundo e dificilmente teremos mais.

 

A Eroica Hispania é uma das "filhas" da prova mãe, a L Eroica Italiana qu já ultrapassou as 20 edições. Tem "irmãs" em varias regiões do mundo. É uma prova de ciclismo "vintage" muito ligada a algumas das melhores regiões vinícolas do mundo. Se desejarem saber mais sobre estas diversas provas podem consultar o site da LÉroica Italiana e de cada uma delas em particular.  

Cenicero é um Município de uma das regiões vinícolas mais importante de Espanha, La Rioja. A principal actividade é a agricultura com a produção vinho. Toda a região é muito bonita , com aldeias pitorescas e paisagens deslumbrantes. E muitas mas mesmo muitas "Bodegas de vinho.

 

 

Willy is the soul of Eroica Hispania. The event's attentive director. It's his hug everyone is waiting for t at the end. And he's the one with whom everyone clarifies doubts or ask for support. The organization of Eroica Hispania is unforgettable, everything very well planned, routes impeccably marked and well prepared supplies. All the organization is to be congratulated and Willy is the commander.

Short interview with Willy Mulonia: Lisbon Cycling: Willy how many editions of Eroica Hispania until now?Willy Mulonia: This is the third edition. LC: Have you noticed any developments in thenumber of participants? WM: Yes, every year it has increased. The first year we had 624, last year 815 and this year 917 participants. This year we had a bit of bad luck because it's the Champions League final, otherwise we would have much more. LC: Is this Eroica differs from the previous ones WM: Yes, this year we had during the 3 days many activities Cultural and musical, in the other years this did not happen. We made this investment to entertain all visitors who come and not participate in the race and there are many. We do all this so that the people stay here in Cenicero. We do not have investment in Advertising; this is an event where the ear-to-ear information is off outmost importance.: What is the role of the Cenicero City Hall? WM: It's Fundamental, without an administration like Cenicero it would be impossible to organize the event. LC: Do you now what economic impact this event has in the Region? WM: We do not have any study done but what we notice during the 3 days of the race that all tourist accommodation is occupied. If Cenicero had more capacity to receive people they all would be full. LC: What is the relation of the event to the wine of the region? WM: It's one of the things we are most proud of because this is one of the objectives of the event, bring people to know about an activity that is important for the region. LC: Do you know the percentage of foreigners that are present? WM: the percentage of foreigners this year is 45%, of all the Eroicas in the world this is the one that has the biggest number of foreigners, it's the most international. This has a very important impact on tourism. LC:Do you know where they come from? WM: Yes, the most represented Country is England followed by France and Italy. We have a couple who came from New Zealand to Eroica and whostayed for a week or more visiting the entire region.

Eroica Hispania is one of the "daughters" of the mother race, LEroica Italianawhich has already exceeded 20 editions. It has "sisters" in several parts of the world. It is a "vintage" cycling event very much linked to some of the best wine regions in the world. If you wish to know more about these various races consult the website of LÉroica Italiana and each one in particular.Cenicero is a municipality of La Rioja one of the most important wine regionsof Spain. The main activity is agriculture-wine production. The whole region is very beautiful, with picturesque villages and breath taking scenery. And many, many but many " Bodegas de Vino (wine cellars).

Video Oficial Eroica Hispania

OS PERCURSOS DA EROICA HISPANIA

More Photos here

Instagram: Lisboncyclingwww.lisboncycling.com

Ciclovia do Tejo

O Tejo é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia,
Mas o Tejo não é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia
Porque o Tejo não é o rio que corre pela minha aldeia.
O Tejo tem grandes navios
E navega nele ainda,
Para aqueles que vêem em tudo o que lá não está,
A memória das naus.
O Tejo desce de Espanha
E o Tejo entra no mar em Portugal.
Toda a gente sabe isso.
Mas poucos sabem qual é o rio da minha aldeia
E para onde ele vai
E donde ele vem.
E por isso porque pertence a menos gente,
É mais livre e maior o rio da minha aldeia.
Pelo Tejo vai-se para o Mundo.
Para além do Tejo há a América
E a fortuna daqueles que a encontram.
Ninguém nunca pensou no que há para além
Do rio da minha aldeia.
O rio da minha aldeia não faz pensar em nada.
Quem está ao pé dele está só ao pé dele.

Alberto Caeiro, in "O Guardador de Rebanhos - Poema XX"
Heterónimo de Fernando Pessoa

Sempre Lisboa

Uma cidade que como se fosse uma criança dá as primeiras pedaladas com alguns trambolhões. Tudo está a mudar rapidamente e o fenómeno é irreversível. Lisboa está, definitivamente, muito mais Ciclista. Lisboa será sempre o centro das minhas atenções, as mudanças na Cidade, nas suas infraestruturas, na mentalidade das pessoas. Lisboa e os seus ciclistas e as suas Bicicletas. Lisboa...Uma paixão.

Seguir em frente.

Apeteceu-me recomeçar de novo. Com novo site, com nova página de facebook, com novo instagram. O blog "Diário de Lisboa", onde as fotografias de bicicletas em Lisboa primeiro apareceram acaba ao fim de quase 10 anos. Tudo tem um fim e o ciclo fechou-se. Continua a página de instagram "LISBOA" pelo menos por enquanto e para que o corte não seja radical. "Uma Lisboa ciclista," uma exposição que andou pelo País inteiro a divulgar a evolução do ciclismo urbano em Lisboa nos últimos anos e que depois deu em blog também tem o seu fim parcial e dá lugar a "Lisbon Cycling/ Uma Lisboa ciclista" que não se quer ficar apenas por Lisboa nem pelo ciclismo urbano. Será um espaço de paixão pela bicicleta aberto a todas as vertentes do ciclismo. Deixo aqui em arquivo algumas das coisas que fui fazendo por Lisboa mas agora o caminho é em frente. Vou por aí fora com a minha bicicleta e espero que me acompanhem. Obrigado. Artur i nstagram: Lisboncycling   

Apeteceu-me recomeçar de novo. Com novo site, com nova página de facebook, com novo instagram. O blog "Diário de Lisboa", onde as fotografias de bicicletas em Lisboa primeiro apareceram acaba ao fim de quase 10 anos. Tudo tem um fim e o ciclo fechou-se. Continua a página de instagram "LISBOA" pelo menos por enquanto e para que o corte não seja radical. "Uma Lisboa ciclista," uma exposição que andou pelo País inteiro a divulgar a evolução do ciclismo urbano em Lisboa nos últimos anos e que depois deu em blog também tem o seu fim parcial e dá lugar a "Lisbon Cycling/ Uma Lisboa ciclista" que não se quer ficar apenas por Lisboa nem pelo ciclismo urbano. Será um espaço de paixão pela bicicleta aberto a todas as vertentes do ciclismo. Deixo aqui em arquivo algumas das coisas que fui fazendo por Lisboa mas agora o caminho é em frente. Vou por aí fora com a minha bicicleta e espero que me acompanhem. Obrigado. Artur i

nstagram: Lisboncycling